Windows Store terá regras para apps melhores

Usuários de qualquer sistema Windows, seja no smartphone ou PC, sabem que a loja de apps da Microsoft é uma bagunça, cheia de aplicativos de spam e daqueles que fazem você pagar pelo serviço, mas não te entregam nada, só levam seu dinheiro. Isso deve mudar, finalmente. A empresa anunciou que está fazendo alguns ajustes na política de certificação de apps para melhorar a experiência do usuário.

A nova política se baseia em quatro pontos principais, começando pela exclusão de apps com ícones e nomes similares, que não entregam o conteúdo que prometem ou que são apenas… inúteis. Depois, entra o preço. A Microsoft diz que os apps devem custar aquilo que valem e vai ficar de olho nos que estão caros demais para o que oferecem.

O terceiro ponto é a clareza de informações dadas pelo aplicativo. A empresa quer impedir que clientes comprem um app achando que era um game, mas na verdade era um tutorial do jogo ou um manual de instruções. Os ícones devem deixar claro que tipo de conteúdo o cliente vai encontrar.

E, por fim, a relevância do título e das palavras-chave. Os aplicativos devem possuir uma descrição fiel ao que o serviço entrega e não podem ter palavras-chave populares apenas para que eles sejam vistos nos rankings de pesquisa. Elas devem ser relevantes e condizentes com o que o app oferece.

As alterações já estão publicadas na página da Microsoft. Tanto os aplicativos existentes como os novos, já estão sob as novas condições.

via Adrenaline

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.